Solidariedade embalada por melodias que tocam a alma


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 19/07/2020 18:00

Geral   AOS IDOSOS

Era próximo das 14 horas de terça-feira, dia 14, e o sol que iluminava o dia em Rincão da Serra, interior de Vera Cruz, não foi a única razão para fazer dona Cenilda dos Santos sorrir. Ela foi a primeira entre 600 idosos do município que irão receber um kit contendo alimentos, vale-gás e materiais de higiene, adquiridos com o recurso de R$ 50 mil do Fundo Estadual do Idoso. Poderia ter sido essa mais uma entrega, dentre tantas solidárias que se multiplicaram nesse ano de pandemia. Mas não foi. Ela teve gaita e violão. Teve voz e emoção, com a participação de voluntários que levaram, junto da equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, mais do que alimento para o corpo, mas conforto para o coração.

Aos 62 anos, dona Cenilda estava dormindo após o almoço, quando chegou a caravana social. Os acordes dos músicos que a fizeram sair da cama quentinha, para ser surpreendida pelo presente que passou a abastecer a despensa no chalé em que vive com o marido, Doralício dos Santos, 64 anos. Ao mesmo tempo que o rosto demonstrou sentimento de alegria, sobretudo porque gosta de canções, se emocionou. Até choro teve. A clássica “Meu velho pai” lembrou aquele que lhe deu a vida, mas que há alguns anos partiu. “ A gente sente muitas saudades”, disse. 

A coordenadora da Secretaria de Desenvolvimento Social, Gabriela Ferreira, explica que em outubro do ano passado abriu um edital do Fundo Estadual do Idoso para captação de recursos. Na ocasião, foi cadastrado por Vera Cruz um projeto de acessibilidade para o Centro de Convivência do Idoso (antigo Galpão Preto). Apenas 20 municípios se habilitaram e a Capital das Gincanas ficou em terceiro lugar. Foi esse critério usado para repassar R$ 50 mil aos municípios envolvidos, com a exigência de ser utilizado exclusivamente para idosos, na compra de cestas básicas, vale-gás e kit de higiene.

 


Foto: Carolina Almeida/ Jornal Arauto
Na casa de dona Cenilda, em Rincão da Serra, músicos arrancaram sorrisos e lágrimas
Na casa de dona Cenilda, em Rincão da Serra, músicos arrancaram sorrisos e lágrimas