Aumento de casos e óbitos. O que leva a região a se preocupar novamente com a bandeira vermelha


Por: Portal Arauto
Publicado 16/07/2020 20:50
Atualizado 17/07/2020 06:54

COVID 19   EM ALERTA

O aumento no número de casos positivos de coronavírus e os óbitos registrados pela doença recentemente deixam profissionais da 13ª Coordenadoria Regional de Saúde em estado de alerta e também preocupados devido à possibilidade de mudança para a bandeira vermelha. Atualmente com bandeira laranja, Santa Cruz e região conhecerão nesta sexta-feira (17) a atualização das bandeiras no modelo de distanciamento controlado organizado pelo Governo do Estado.

Segundo a coordenadora da 13ª Coordenadoria Regional de Saúde, Mariluce Reis, em reunião realizada na manhã desta quintra-feira (16) foram observados todos os indicadores. Durante a análise, constatou-se um maior número de casos positivos com exames de PCR, um aumento no número de hospitalizações por síndrome gripal e por covid-19, bem como nesta semana foram registrados óbitos. "A situação é preocupante pelo aumento de número de casos ativos que pesa na bandeira", complementa. 

No entanto, o que se tornou positivo, conforme Mariluce, é uma mudança no método de cálculo das hospitalizações da macrorregião deixando de se considerar os residentes de outras macrorregiões. "Por exemplo, se um paciente de Porto Alegre baixar no hospital da UTI daqui, vai contar para a macro região de Porto Alegre e não para a nossa. Isso é uma coisa nova que mudou e estamos avaliando e levantando dados sobre a questão das hospitalizações desse método novo que foi passado", comenta. 

A região de Santa Cruz já chegou a migrar para a bandeira vermelha, mas recursos apresentados fizeram com que o Município revertesse para a bandeira laranja. Mariluce ressalta que agora é preciso primeiramente aguardar o governador Eduardo Leite lançar nesta semana a bandeira para ver se haverá alguma defesa em alguns dos indicadores. 

Leia também:

Vale Verde registra segunda morte por coronavírus

Venâncio Aires registra oitava morte por Coronavírus


Foto: Arquivo Jornal Arauto