Adiado início da pesquisa com testes rápidos na região


Por: Portal Arauto
Publicado 16/07/2020 06:05
Atualizado 16/07/2020 06:06

COVID 19   MAPA DA COVID

A pesquisa que vai mensurar a soroprevalência da Covid-19 na região que teria início neste sábado (18) foi adiada. O estudo, realizado pelo Consórcio Intermunicipal de Serviços do Vale do Rio Pardo (Cisvale), a Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) e a Associação dos Municípios do Vale do Rio Pardo (Amvarp) agora será realizado a partir do dia 1º de agosto. O investimento é de cerca de R$ 500 mil e desse valor R$ 80 mil foi repassado pela empresa Philip Morris.

O adiamento ocorreu por uma questão de logística e adequação de calendário. Além disso, a intenção é realizar um treinamento dos 14 municípios da região, sanar dúvidas, treinar as equipes e organizar os materiais de biossegurança.

O estudo será composto por quatro etapas e envolverá enfermeiros dos municípios e funcionários da Unisc que comandarão o processo. A realização da pesquisa se dará sempre nos fins de semana, simultaneamente em todos os municípios do Vale do Rio Pardo. Profissionais da área da saúde irão até as residências, escolhidas por meio de sorteio, e aplicarão testes rápidos.

Leia mais: Assinado termo de cooperação para realização de pesquisa sobre a Covid-19 na região

 

 

 

 

 


Foto: Divulgação