Feed de Negócios

Iluminura: Um acervo de histórias, saberes e sabores


Por: Portal Arauto
Publicado 09/07/2020 19:00

Feed de Negócios   LIVROS E CAFÉ

Um café em meio aos livros, um ambiente cheio de histórias, boas energias e com gosto de saber. Há duas décadas, a Iluminura é referência em Santa Cruz quando o assunto é um local para conversar, realizar encontros e palestras, fazer negócios ou até mesmo, passar o tempo e relaxar a mente.

Localizada em um prédio histórico nas esquinas das ruas Marechal Floriano e Borges de Medeiros, a livraria iniciou suas atividades em outubro de 2001, em um imóvel de 60m² locado na Júlio de Castilhos pelas donas Angela Rachor e Lelia Almeida. Inspiradas em letras antigas, foram elas também as responsáveis pela escolha do nome do empreendimento que até hoje, é um sucesso. “Iluminura é nome de uma letra, a primeira letra da antiga escrita. Ela é toda desenhada, por isso que foi escolhido esse nome”, explicou Cristine Dahmer, atual administradora.

Em 2006, Cristine e o marido, Bráulio Vogt, assumiram a livraria já no prédio atual e fizeram dela, a combinação perfeita para inúmeros momentos. “A mistura do café com os livros sempre casou muito bem. Temos momentos com mais movimento no café, outros na livraria e vice-versa. Por aqui, muitas pessoas já se conheceram, inclusive casaram. Além disso, ocorrem encontros literários, lançamentos de livros, entre outros negócios. Ser um lugar para trazer experiências para o nosso cliente sempre foi o nosso propósito”, conta Cristine. Além desses fatos marcantes, os administradores também destacam nomes importantes que passaram pela livraria, como dos escritores Moacyr Scliar e Lya Luft, os músicos Kledir e Teddy Corrêa, jornalistas David Coimbra e Ruy Carlos Ostermann e a ex-governadora Yeda Crusius.

Com um acervo de aproximadamente cinco mil livros, a Iluminura teve que se reinventar ao longo dos anos. Além de agregar mais opções ao cardápio do café devido a grande demanda dos clientes, a tecnologia também começou a fazer parte da rotina do empreendimento que, mesmo com a pandemia, preservou todos os postos de trabalho. “Antes, o atendimento era apenas presencial. Agora, com as redes sociais, tivemos que aprender a realizar os atendimentos via WhatsApp, por meio do Instagram, onde mostramos o nosso produto e utilizar também a tele-entrega”, aponta Vogt. 

Apesar do avanço e das facilidades que a tecnologia oferecem, os proprietários comentam que a livraria pouco foi atingida pelo surgimento dos e-books. Mesmo com um valor menor e mais agilidade na entrega, as pessoas ainda prefere o livro físico. “Quando o e-book chegou, tivemos uma parada nas encomendas, mas não foi por muito tempo, porque o leitor não consegue deixar de ler o livro físico, pegar no livro”, analisam.

Considerada uma cidade rica em cultura, Santa Cruz do Sul conserva leitores nos mais variados segmentos, porém, a literatura estrangeira, os livros de administração e também os infantis são os mais procurados na livraria. Além disso, os administradores trazem algumas dicas de leitura para quem está em dúvida do que escolher. “Temos um livro chamado Comece pelo Porquê, do Saimon Sinek, que é um exemplar que fala sobre encontrar o propósito, indicado para quem quer empreender. Também os de autoajuda, como o Milagre da Manhã ou O Poder do Agora, são livros ótimos”, aconselham.