Através de ações sociais, grupo de Santa Cruz tem a solidariedade como compromisso


Por: Portal Arauto
Publicado 12/07/2020 20:00
Atualizado 12/07/2020 20:14

Geral   AMOR AO PRÓXIMO

Há cerca de cinco anos fazendo a diferença, espalhando amor e gestos de solidariedade em Santa Cruz do Sul, o Grupo de Apoio Lotus (GAL) surgiu através da vontade de um grupo de amigos de desenvolverem causas nobres.

Composto por aproximadamente 50 voluntários, atualmente o grupo tem apostado todas as noites em refeições e bebidas quentes a moradores de rua. Uma média de 20 marmitas são entregues diariamente, além de serem feitas distribuições de cobertas e agasalhos com o intuito de aquecer o inverno de muita gente. O grupo já desenvolveu uma série de ações em prol de asilo, orfanato, albergue e abrigos. O foco dos projetos é Santa Cruz, mas também já foram entregues doações em Vera Cruz e em Rio Pardo.

As ações desenvolvidas pelo GAL não param por aí. Segundo o fundador e coordenador do GAL, Michel Anton, recentemente foi realizada uma campanha para coletar material de higiene, quando foram montados kits que estão sendo entregues junto às refeições à noite. "Deu um volume bem bom de doações e também iremos levar kits a pessoas de baixa renda pela cidade", complementa.

CAUSAS NOBRES

De acordo com o coordenador do grupo, antes de 2015 ele e alguns amigos já faziam projetos sociais em asilos ou eram coletadas e entregues algumas doações a pessoas mais carentes: "Então resolvemos criar o grupo porque facilitaria para conseguirmos mais doações e assim também juntar mais voluntários pelas causas nobres".

No momento, devido à pandemia, não estão sendo realizadas ações em instituições, mas, em breve, quando o cenário melhorar, mais iniciativas em prol do próximo serão desenvolvidas. "Quanto mais pessoas abraçarem as causas sociais, mais longe a gente consegui ir. O nosso trabalho é todo voluntário e sem fins lucrativos", complementa Michel. 

Ele conta que o principal objetivo é levar um pouco de conforto a quem passa por dificuldades na rua com a pobreza ou com o abandono. "O GAL luta pela igualmente social, por um mundo melhor. Não estamos fazendo nada mais além da nossa obrigação como ser humano. Empatia acima de tudo", destaca. Para ele, os voluntários ganham como recompensa a alegria e o sorriso no olhar do próximo: "Não tem dinheiro no mundo que pague isso". 

Quem tiver o interesse em contribuir com algum doação pode entrar em contato com o grupo por meio da página do Instagram @grupodeapoiolotus ou pelo número (51) 9 9966-5206 - com Michel. 

 

 

 


Foto: Divulgação


Foto: Divulgação