JBS doa cerca de 50 mil itens de higiene e EPIs à Secretaria de Saúde de Santa Cruz


Publicado 25/06/2020 16:33
Atualizado 25/06/2020 17:56
COVID-19   SOLIDARIEDADE Fonte: Assessoria de Imprensa

A Secretaria de Saúde de Santa Cruz do Sul recebeu no fim da manhã desta quinta-feira (25) a doação de cerca de 50 mil itens de proteção individual e de higiene do grupo JBS, proprietário de parte das ações da Excelsior Alimentos. Os materiais fazem parte de um pacote de doações feitas pela empresa para atender a rede de saúde do município, incluindo os hospitais Santa Cruz, Ana Nery e Monte Alverne. 

Entre os produtos, foram recebidos pelo secretário de Saúde, Giovani Alles, máscaras, álcool em gel 70%, aventais, face shield, luvas, óculos de proteção, sapatilhas e toucas. O EPIs serão utilizados em toda a rede, incluindo postos de saúde e o Hospital de Campanha. 

O diretor executivo de Negócio da JBS, Renato Jackisch, destacou que as demandas foram levantadas junto às instituições beneficiadas. "Procuramos atender tudo o que solicitado. Acredito que não seja momento de dizer que estamos felizes, pelo contrário. Numa época de pandemia, todos nós estamos tristes pela situação, mas ao mesmo tempo nos confortando por poder fazer algo pelas comunidades nas quais estamos inseridos", comentou.

Doação
 
Santa Cruz do Sul é um dos mais de 200 municípios que serão beneficiados pelo programa no Brasil. No Rio Grande do Sul, a JBS fará a doação de R$ 21,7 milhões, sendo R$ 10 milhões para o governo do Estado e R$ 11,7 milhões para 25 cidades gaúchas, beneficiando mais de três milhões de pessoas no Estado.

Para Renato Jackisch, diretor executivo de Negócio da JBS, “como empresa cidadã é muito significante poder contribuir com a comunidade onde vivemos e participamos. As doações chegam em um momento importante para o atendimento da população e para ajudarmos a salvar vidas”.
  
Os R$ 400 milhões que serão doados pela JBS contra a pandemia no Brasil serão aplicados nas três frentes de atuação do programa – saúde, assistência social e ciência. A estimativa é que mais de 63 milhões de pessoas sejam beneficiadas com as ações.

A alocação dos recursos considera um diagnóstico feito com sistemas de saúde municipais e estaduais e incluiu entrevistas e análise de dados. Essas informações foram avaliadas por especialistas dos três comitês independentes do programa da JBS nas áreas de saúde, social e ciência e que, com larga experiência em seus respectivos setores de atuação, apoiaram na definição das ações e projetos atendidos.

Materiais fazem parte de pacote de doações que também incluem os hospitais do município
Materiais fazem parte de pacote de doações que também incluem os hospitais do município (Foto: Divulgação )







Corona - Aqui não passa!