PF encaminhará nesta tarde pedido de prisão preventiva de 11 denunciados na Operação Camilo


Por: Portal Arauto
Publicado 03/06/2020 14:00
Atualizado 03/06/2020 14:40

Polícia Política   RIO PARDO

A Polícia Federal encaminhará na tarde desta quarta-feira (3) um pedido de prisão preventiva para 11 denunciados da Operação Camilo, que prendeu o prefeito de Rio Pardo, Rafael Barros (PSDB), no último dia 27. Conforme o delegado federal Mauro Lima Silveira, a divulgação dos nomes só ocorrerá se o pedido for acatado pelo desembargador da 8ª Turma da Corte do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz.

Entretanto, o delegado destaca que todas as pessoas que tiveram o pedido de prisão preventiva possuem grande poder econômico ou político, o que poderia atrapalhar as investigações caso sejam soltos. Todos os investigados estão presos temporariamente desde o dia 27, após prorrogação no último domingo pelo TRF4. Caso a preventiva não seja aceita, todos poderão sair a partir das 23h59min de sexta-feira (5), quando acaba o prazo da temporária. 

A investigação da Operação Camilo apura os crimes de fraude em licitação, peculato, corrupção passiva, organização criminosa, ocultação de bens, crime de responsabilidade e desobediência.

Leia mais:

Após prisão de prefeito, Rio Pardo tem novos secretários

Prisão de Rafael Barros é prorrogada pelo TRF4

Defesa de Rafael Barros entra com mandado de segurança ao STJ

Prefeito de Rio Pardo é preso em operação que investiga fraude na saúde


Foto: Arquivo/Portal Arauto