Dois assassinatos em Vera Cruz terão inquéritos enviados à Justiça nesta semana


Publicado em 19/05/2020 19:00 Polícia   DESFECHO Fonte: Jornal Arauto

Dois casos policiais de grande repercussão em Vera Cruz terão desfecho – ou pelo menos, parte deles – nesta semana. Na véspera do último Natal, um motorista de aplicativo foi morto na localidade de Rincão da Serra e um homem perdeu a vida após golpes de garfo na Cipriano de Oliveira. Segundo o delegado Paulo César Schirrmann, à frente das investigações, a morte do motorista provocou dois procedimentos: um envolvendo os criminosos adultos e um envolvendo um menor de idade. Nos próximos dias será entregue à Justiça o inquérito que aponta para a participação do adolescente no crime. “Não posso dar detalhes da ‘função’ dele no acontecido”, frisou o delegado. Em relação ao procedimento envolvendo os maiores de idade, Schirrmann detalhou que ainda faltam provas a serem colhidas, mas que a investigação tem a mesma linha adotada desde o crime. “Temos participantes de Santa Cruz do Sul e de outras cidades”, explica. Ainda não há data para o envio deste procedimento ao Fórum. 

Sobre o caso do homem morto a garfadas, o inquérito também deve ser remetido à Justiça nesta semana. Logo após o crime, o suposto autor se apresentou na Delegacia de Polícia, alegando legítima defesa. Na explicação dele, teriam ocorrido naquela noite desentendimentos entre os dois, que tinham certo grau de parentesco. Questionado sobre o indiciamento, se será por homicídio ou de fato legítima defesa, o delegado não expôs. “Estamos trabalhando no relatório”, informou.

HOMICÍDIO TENTADO
Também avançou na Delegacia de Polícia de Vera Cruz, mesmo durante a pandemia, a investigação acerca de um roubo, seguido de tentativa de homicídio. Sem dar muitos detalhes, Schirrmann disse que o caso tem autoria plenamente conhecida e o inquérito está em fase final. Tudo indica que nos próximos dias ele também será remetido ao Poder Judiciário. “Durante esse período de isolamento social, mesmo com expediente reduzido aqui na Delegacia, trabalhando alguns pela manhã, outros à tarde, demos seguimento aos processos”, pontuou ele, ao lembrar que caiu consideravelmente o número de registros de ocorrências presencias na Delegacia. “Creio que as pessoas tenham se conscientizado de que a Delegacia não é um lugar muito saudável, já que passam, inclusive, presos, e buscam os meios digitais para fazer os registros”, encerra.

PortalArauto
Motorista de aplicativo foi morto no Rincão da Serra (Foto Arquivo Jornal Arauto)