Arauto Saúde: saiba sobre os efeitos do álcool


Publicado em 11/01/2020 08:00 Atualizado em 11/01/2020 08:04 Geral Arauto Saúde   CUIDADOS Fonte: Portal Arauto

O consumo excessivo de álcool pode trazer transtornos. Para falar dos efeitos, o Arauto Saúde desta semana entrevistou a médica do trabalho, Glauciane Zell. Inicialmente, a profissional trata sobre o que acontece no corpo quando ocorre a ingestão de bebida alcoólica. “Vai trazer uma série de consequências à nossa saúde. Inicialmente pode dar uma euforia, pois atinge o sistema nervoso central”, aponta. “Com o passar do tempo vai ter uma depressão do sistema nervoso central. Com isso a pessoa pode até entrar em coma, dependendo da quantidade que foi ingerida”, completa. Além disso, Glauciane explica que outros órgãos serão afetados, como o fígado, os rins. Em casos mais graves pode afetar o coração. “O que ocorre a pacientes que bebem de forma crônica”, alerta. 

Ao ingerir qualquer bebida alcoólica é importante tomar água, se hidratar bem e ingerir alimentos bem leves. “Nada de churrascada”, reforça. “Alimentos leves para não ter uma sobrecarga do sistema digestivo”, salienta. 

Ao ingerir álcool demais, a médica do trabalho salienta que a pessoa pode evoluir para um coma alcoólico. “Então, se ela for ingerir alimentos doces, por exemplo, vai evitar de ter o coma, mas não ameniza a embriaguez”, aponta. “Pode evitar de se tornar um quadro tão grave, mas os efeitos do álcool serão os mesmos”, reforça.

Os danos para quem ingerir álcool excessivamente são diversos. “Leva à alteração da função do fígado, pode levar inclusive à insuficiência hepática. Quer dizer, o fígado não vai conseguir mais funcionar. Pode evoluir para uma cirrose - quando o fígado não tem mais a função de metabolização de substâncias”, destaca. Além disso pode causar alterações no sistema nervoso central, que são algumas doenças neurológicas que fazem com que a pessoa não consiga caminhar direito e ela perca o equilíbrio. Começa a ter incontinência urinária. Alterações de sensibilidade. 

Para finalizar, a médica do trabalho aconselha para aqueles que gostam de beber em festas, confraternizações: “que beba o mínimo possível para evitar essas consequências mais graves. Quem sabe faz só um brinde e depois não segue bebendo”, aconselha. O ideal é realmente não exagerar. E para evitar ressaca, é preciso tomar muita água, se hidratar muito bem, comer alimentos muito leves. Nada de exageros também, para evitar danos maiores. 

PortalArauto
(Foto: Divulgação)










Copyright © 2016 Portal Arauto - www.portalarauto.com.br DB New