Polícia Civil prende mulher por envolvimento em homicídio no Loteamento Motocross


Por: Portal Arauto
Publicado 20/11/2019 08:57
Atualizado 20/11/2019 09:36

Polícia   APÓS INVESTIGAÇÃO

Mais uma pessoa foi presa por envolvimento na morte de Tiago Aliandro Kohlrausch no Loteamento Motocross, no Bairro Arroio Grande, em Santa Cruz do Sul. Segundo o titular da 2ª DP, delegado Alessander Zucuni Garcia, as investigações também apontaram a participação de uma mulher no crime. Ela, que era companheira do advogado preso no dia 1º de Novembro, teria arquitetado o crime juntamente com o homem. "Vários fatores nos levaram a crer que tenha a participação dela como uma das mandantes, inclusive com prova testemunhal", disse. A motivação do crime, conforme o delegado, seria a de afastar Tiago do filho que ele teve com a mulher presa.

Ainda conforme Zucuni, o inquérito sobre o caso foi concluído nesta semana. Tanto a mulher, de 19 anos e que não teve a identidade divulgada, quanto o seu atual companheiro vão responder por homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe, recurso que dificultou a defesa da vítima e meio cruel, já que a perícia apurou que boa parte dos tiros foi dado pelas costas da vítima. Além dos dois, que estão presos preventivamente no Presídio Regional de Santa Cruz, o proprietário do carro utilizado pelos atiradores foi indiciado por homicídio. Ele é familiar da mulher presa. Os atiradores, que seriam de fora da cidade e receberam um valor para executar a vítima, não foram identificados.

Assassinato

Kohlrausch foi executado com pelo menos dez tiros no dia 23 de setembro. No dia 1º de novembro, um homem já tinha sido preso pelo homicídio, no Bairro Dona Carlota. Conforme o delegado, a motivação do crime foi a disputa de visita a um filho pequeno que a vítima tinha. Relembre: Fato de querer estar com filho teria motivado assassinato de homem no Motocross.


Foto: Reprodução Facebook
Tiago foi morto com pelo menos dez tiros
Tiago foi morto com pelo menos dez tiros