Depois da carreata, o momento de fé


Publicado em 21/07/2019 11:33 Atualizado em 21/07/2019 12:07 Geral   SANTA CRUZ Fonte: Portal Arauto

Assim como neste sábado, o domingo (21) em Santa Cruz é de bênçãos, orações e união. Centenas de caminhoneiros se reuniram no centro da cidade, para a festa da Paróquia Ressurreição, alusiva ao 25 de Julho, Dia do Colono e Motorista.

Uma mateada no centro comunitário da comunidade iniciou a programação, seguida de missa de Ação de Graças. Por volta das 10h, os motoristas, tanto de caminhões e ônibus, quanto de veículos leves, se organizaram em uma grande carreata que saiu da Independência e passou pelas Ruas São José, Senador Pinheiro Machado, Venâncio Aires e novamente na Avenida Independência. Na rótula do 2001, os veículos foram abençoados pelo bispo emérito Dom Gílio Felício e pelo padre Astor Backes.

A programação continua com almoço e, a partir das 14h, reunião dançante com a Banda Tropical.

Momento de fé

O caminhoneiro Rogério Roberto Kipper participa das carreatas de bênção há 15 anos. A profissão chegou em sua vida logo aos 18 anos e ele sabe a importância que sua classe tem para a sociedade. Sabe ainda das dificuldades enfrentadas, como a situação das rodovias. "Com os perigos das estradas, é muito importante essa bênção. Sempre é bom", destaca o morador de Pinheiral.

Kipper foi ao evento acompanhado do amigo Marcelo Diorges Kuster, de Linha Santa Cruz. Os dois caminhoneiros levaram as famílias para o momento de fé e também para prestigiar a programação preparada pela Paróquia Ressurreição. 

Confira o vídeo da carreata:











Copyright © 2016 Portal Arauto - www.portalarauto.com.br DB