A paixão do brasileiro não morre


Publicado em 22/06/2018 Atualizado em 22/06/2018 14:26

Adoro quando dizem que o melhor do Brasil são os brasileiros. Isso me faz lembrar a nossa capacidade de sorrir diante de todos os problemas e isso também me faz entender o sentimento de tantos em época de Copa do Mundo. O país pode estar totalmente desestruturado, com corrupção política, ex-presidente preso, atual gestor investigado, falta de recursos e de incentivo à educação. Não devemos nos orgulhar desse Brasil mal organizado e cheio de problemas. Mas é bom, no meio de tudo isso, lembrar o orgulho de ser brasileiro.

Torcer para o Brasil na copa não é esquecer de todos os problemas e nem parar de lutar. Mas lembrar paixões antigas e torcer por algo que tanto já fez o país ter visibilidade, não faz mal e nem vai te deixar menos cidadão. Que não tenhamos vergonha de pintar nossos rostos, vestir nossas camisetas verde e amarelo e se reunir com os amigos para torcer por nossa seleção. O futebol, a música, a cultura, os esportes e os artistas não têm culpa da situação atual do nosso país. Lembra quando o mundo era menos chato e podíamos amar mais coisas sem sermos julgados? Que tal esquecer um pouco daquilo que a sociedade nos cobra e passar a ter, pelo menos por um mês, as emoções de uma partida de futebol dentro de nossos corações.

Não tenha vergonha de ser um eterno apaixonado pelas coisas que o Brasil um dia conquistou. Nem as partidas que ficam no empate e nem mesmo as derrotas podem nos desestruturar. Somos conhecidos como o país do futebol, mas embora o hexa não venha, não devemos pensar que deixamos de ser. Quem faz um título não é um troféu, mas sim o amor de um povo. E vamos combinar: somos todos apaixonados vestidos de verde e amarelo.

Tão apaixonados que, mesmo com tantos problemas nacionais, mesmo com lembranças do 7 a 1, mesmo com falta de apoio, mesmo com pouca esperança, na hora em que o Brasil entra em campo, viramos todos uma viva, fiel e esperançosa nação.

Que venha a classificação. E se não vier, ainda seremos o país berço do futebol.  Mas como boa brasileira, fica o aviso: o hexa é nosso.

PortalArauto





Luiza Adorna

Jornalista, sonhadora e escritora. Apaixonada pelas letras e pelo jornalismo desde criança. Gosta de observar a vida e registrar o que enxerga pelas ruas. Gosta de contar a história das pessoas. Gosta de narrar a existência humana. Notas de Rua é um blog sobre a vida, sobre o cotidiano e sobre aquilo que não deve passar despercebido.



Copyright © 2016 Portal Arauto - www.portalarauto.com.br